Como fazer os leitores amarem um personagem detestável?

12 de Maio de 2015
in Category: Dicas, Escrita
0 675 0
Como fazer os leitores amarem um personagem detestável?

Como fazer os leitores amarem um personagem detestável?

por K.M. Weiland


(transcrição do vídeo)

Como fazer os leitores amarem um personagem detestável – e odiarem um adorável

Como escritores, amamos nossos personagens. São como filhos da nossa alma. Eles são nós. São as pessoas que gostaríamos de ser. São as pessoas que gostaríamos de conhecer. Eles nos fascinam, nos distraem, nos fazem amá-los, certo? Então é meio que um choque perceber que esse personagem que você ama tanto tem potencial para inspirar um ódio irracional em seus leitores. E essa visão distorcida pode ocorrer por um motivo muito importante.

Recentemente li uma novela histórica paranormal que oferecia o que o autor pretendia que fosse uma heroína amigável, cativante, maravilhosa.

Mas eu a odiei.

Há alguns fatores em jogo aqui, mas a razão principal foi simplesmente o quão estúpida a personagem era. A cada passo, ela interpretava errado as pistas óbvias sobre o que acontecia a seu redor. Outros personagens levavam a melhor sobre ela pois ela não conseguia entender suas motivações. Qualquer leitor podia ver o que estava no ar a milhas de distância, mas essa personagem não fazia ideia.

Isso não só torna o enredo frustrante, mas também faz com que o personagem não seja respeitado pelos leitores.

hornblower bookAgora vamos considerar o inverso disso. Acabei de ler a clássica série naval sobre o Capitão Horatio Hornblower, de C.S. Forester. Falando francamente, Hornblower não é necessariamente uma pessoa fácil de se gostar. Ele é egocêntrico, pode ser cruel, aplica golpes em viúvas, e suas habilidades sociais deixam a desejar. E ainda assim, é um personagem querido. Por quê? Porque é incrivelmente inteligente – não apenas capitaneando seu navio e enfrentando inimigos – mas também por seu conhecimento e consciência de si mesmo e de suas falhas.

Então, qual a lição a ser aprendida aqui? A menos que seu personagem tenha sido planejado para ser estúpido, nunca permita que seja menos observador e perspicaz sobre a situação e sobre si mesmo do que seus leitores.

Send to Kindle
, , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *