22 de março de 2017, 19:11 - Douglas
Parceria, Resenhas    sem comentários

Campos de Sangue – Karen Armstrong

Não venho de uma família religiosa. Fortuitamente, meus pais nunca deram muita importância para este quesito. Frequentávamos casamentos e batizados em todo tipo de igrejas e, vez ou outra, sei que tivemos contatos com benzedeiras, centros de umbanda, etc. Mas, acima de tudo, lembro-me de, quando criança, ouvir conversas ocasionais sobre a existência ou não de uma divindade. E, apesar de predominar neles a confiança de que existia de fato um deus, o que realmente ficou arraigado em minha lembrança é que nós podíamos, afinal, questionar.
continua…

11 de março de 2017, 18:50 - Cristine
Parceria, Resenhas    sem comentários

Eu ando pelo mundo: PARIS

Eu ando pelo mundo: PARIS
Zeca Camargo

Após visitar mais de 100 países, Zeca Camargo apresenta a coleção “Eu ando pelo mundo”. Zeca dá dicas muito pessoais de restaurantes, museus, passeios e atividades culturais que nem sempre aparecem nos guias tradicionais. Há ainda mapas, links e playlists montadas especialmente para o ritmo de cada caminhada.
(fonte: blog.e-galaxia.com.br)

continua…

9 de março de 2017, 20:27 - Cristine
Parceria, Resenhas    sem comentários

A gigantesca barba do mal

A gigantesca barba do mal
Stephen Collins

Na ilha de Aqui tudo é meticulosamente organizado e certinho. As ruas são asseadas, a grama é bem aparada e os homens são rigorosamente barbeados.
Dave não foge à regra. Tem um emprego que lhe permite pôr em prática todo o seu senso de organização, bem como distrair a mente de pensamentos indesejáveis, e encontra paz numa rotina totalmente ordeira.
Num dia fatídico, porém, Dave se vê como a raiz de um gigantesco problema: uma barba que irrompe de seus poros e desafia a lógica e a ciência.
(fonte: 1a. orelha do livro)

continua…

6 de março de 2017, 21:47 - Cristine
Dicas, Escrita    4 comentários

O que ser um editor me ensinou sobre escrita

»» versão do artigo “What being an editor taught me about writing”, escrito por Anna Pitoniak, publicado em 17/01/2017 no Literary Hub ««

Sou editora na Random House, mas nos últimos anos tenho escrito em todas as folgas do meu trabalho: manhãs, noites, finais de semana, qualquer tempo livre que conseguir. Comecei meu primeiro livro (já publicado) enquanto estava trabalhando como editora, e deveo ao meu trabalho a coragem e o ferramental para encarar a escrita de um livro. A verdade é que passar a vida lendo boa literatura – não apenas lendo, mas refletindo sobre o que a torna tão boa – é a melhor maneira de ensinar a si próprio como fazer o mesmo. Para algumas pessoas, isso poderia significar inscrever-se numa pós-graduação. continua…

Páginas:1234567...93»