4 razões por que seu livro precisa de um business plan

23 de novembro de 2013
in Category: Dicas, Escrita
2 707 0

4 razões por que seu livro precisa de um business plan

»» versão do artigo “4 reasons you need a business plan for your book”, escrito por Brian Klems, publicado em 22/08/2013 no Writer’s Digest ««

(N.T.: segundo a Wikipedia, business plan é um documento que especifica, em linguagem escrita, um negócio que se quer iniciar ou que já está iniciado. Entre outras coisas, é utilizado para comunicar o conteúdo a investidores de risco, que podem se decidir a aplicar recursos no empreendimento.
Apesar de o termo ‘business plan’ ser amplamente difundido no mundo corporativo, em todo o texto será utilizado ‘plano de negócios’)

“Se você é como a maioria dos escritores, quando tem uma ideia para um livro, quer começar imediatamente. Se você é um mapeador ou organizador, vai parar para estruturar suas cenas e seu conteúdo antes de sentar para escrever. Se você for um “pantser” (N.T.: termo criado pelo NaNoWriMo), alguém que gosta de escrever apenas “seguindo a inspiração”, você provavelmente vai se precipitar para o computador e começar a digitar.
Em ambos os casos, é bem provável que você não faça qualquer planejamento de negócios. Porém, quase todo projeto de livro se beneficia da criação de um plano de negócios. Não importa como você queira publicar seu livro, um plano de negócios ajuda você a produzir um livro vendável, o que equivale a um livro bem sucedido.”
Nina Amir

writer - 4 razões por que seu livro precisa de um business plan

Criatividade versus Vendabilidade

Elaborar um plano para seu livro demanda que sua ideia seja analisada tanto do ponto de vista comercial quanto do criativo. Considerando que publicar é o negócio de vender livros, seu plano de negócios ajuda você a determinar se sua ideia é comercializável. Isso significa que você deve considerar criar um conceito vendável de livro.

Não pense nessa tensão como criatividade versus vendabilidade. Ambas são peças necessárias para um livro de sucesso. Você não deve deixar a criatividade de lado para criar um produto vendável. Como escritor, a criativadade continua sendo a pedra fundamental de seu trabalho, mas você deve se certificar de que a ideia criativa que teve também venda. É nesse ponto que entra o plano de negócios.

Por que um plano de negócios gera um livro de sucesso

Se você não está convencido de que precisa de um plano de negócios para seu livro, aqui estão cinco motivos pelos quais esse documento contribui para o sucesso do seu projeto:
(N.T.: no original está escrito “cinco”, mas o autor listou apenas quatro, conforme informado no título)

  1. Um plano de negócios ajuda a focar seu livro em seu leitor e público-alvo
    Para gerar um plano de negócios para seu livro você deve identificar seu leitor ideal. Isso envolve também identificar o público-alvo. Com essa informação, você pode determinar qual conteúdo melhor o atende. Um livro que beneficia muitas pessoas num mercado específico tem maior probabilidade de venda. Esse benefício pode ser em forma de soluções, respostas, depoimentos, libertação ou inspiração. Você decide qual valor acrescentar à vida das pessoas através de seu livro baseado no conhecimento das necessidades e anseios do seu leitor ideal e público-alvo.
  2. Um plano de negócios ajuda você a escrever um livro único e necessário
    Um plano de negócios para um livro inclui uma análise de mercado, que compara a ideia do seu livro a livros de sucesso atualmente no mercado. Isso ajuda a decidir como fazer seu livro melhor e diferente dos títulos existentes.
  3. Um plano de negócios ajuda você a aprimorar sua ideia
    Quando você passa tempo observando o mercado e a a concorrência, você pode trabalhar sua ideia de forma a deixá-la mais vendável. Você pode adaptá-la de modo a servir melhor seu leitor ideal e distinguir-se da concorrência – e escrever algo criativo que combine com essa ideia. Em outras palavras, você pode combinar sua análise de mercado e da concorrência ao tomar decisões relativas ao conteúdo, o que aumenta as chances de seu livro se tornar popular.
  4. Um plano de negócios ajuda você a se planejar para o sucesso
    Hoje, livros são bem sucedidos porque seus autores colaboraram para que o fossem. Um plano de negócios inclui planejamento de divulgação pós-lançamento assim como sua plataforma de autor, que equivale a seus esforços promocionais pré-lançamento. Ambas, divulgação pré e pós lançamento, determinam quantas cópias seu livro poderá vender. Para planejar o sucesso, gaste tempo desenvolvendo um plano de divulgação para sua plataforma do autor iniciando de 1 a 3 anos antes do lançamento, e para o lançamento do livro incluindo 1 a 3 anos depois da chegada às lojas.

Escrever “seguindo a inspiração” é válido e com frequência gera trabalhos inspirados. Na atual e cada vez mais competitiva indústria editorial, no entanto, vendabilidade é a palavra de ordem. Se você gastar um tempo fazendo um planejamento inicial, você aumenta a probabilidade de produzir não apenas um livro criativo, mas também um livro vendável.

Untitled
4 razões por que seu livro precisa de um business plan

Send to Kindle
, , , ,

2 comments on “4 razões por que seu livro precisa de um business plan”

  1. O Epitáfio disse:

    O grande ponto aqui é querer transformar a escrita exclusivamente em produto. Não sou escritor e nem tenho experiência com escrita, mas tento imaginar um escritor criando um texto que ele não está in mood pra criar mas cria porque é necessário, é o que o mercado pede.

    Essa discussão me lembra um trecho de Morangos Mofados do Caio F.

    "Você quer escrever. Certo, mas você quer escrever? Ou todo mundo te cobra e você acha que tem que escrever? Zézim, você só tem que escrever se isso vier de dentro pra fora, caso contrário não vai prestar, eu tenho certeza, você poderá enganar a alguns, mas não enganaria a si. Não tem demônio nenhum se interpondo entre você e a máquina. O que tem é uma questão de honestidade básica. Essa perguntinha: você quer mesmo escrever? Então vai, remexe fundo, como diz um poeta gaúcho, Gabriel de Britto Velho, "apaga o cigarro no peito / diz pra ti o que não gostas de ouvir / diz tudo". Isso é escrever. Tira sangue com as unhas. Mas tem que sangrar a-bun-dan-te-men-te. Você não está com medo dessa entrega? Porque dói, dói, dói. É de uma solidão assustadora. A única recompensa é aquilo que Laing diz que é a única coisa que pode nos salvar da loucura, do suicídio, da auto-anulação: um sentimento de glória interior."

    Um abraço,
    http://oepitafio.blogspot.com.br/

  2. Raquel Lisboa disse:

    Excelente post! Um pintor ao pintar um quadro, perde toda a sua inspiração (para trabalhos futuros), se ninguém se interessar pela sua obra…
    Com um escritor não é diferente. De que adianta escrever uma obra linda, se não for bem divulgada? Quem escreve quer ser lido e sem um plano de negócios (uma boa divulgação), isso se torna quase impossível.
    http://coisasliterariaseafins.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *