A vida tem caminhos intrincados. Escadas, faróis, sentidos obrigatórios ou proibidos, montanhas, penhascos e uma infinidades de nuanças que proporcionam, na mesma medida, encontros e desencontros.

Numa dessas, de um blog despretensioso, fez-se uma editora. De uma professora de uma cidadezinha bucólica, porém com sonhos grandes, uma autora. Assim, os rios do destino inesperadamente se cruzaram e, fruto deste encontro fortuito, uma obra de arte se compôs.

Assim, nós do Cafeína Literária, orgulhosos, trazemos a vocês o trabalho de uma vida, um marco fundamental em nossas carreiras, o livro que realiza o sonho de uma escritora e de uma equipe de editores.

Ceres Marcon

Ceres Marcon


Reflexo da nossa paixão pela arte literária, editores e autora empenharam-se para contar a história de Thomas, o mestiço, cria do Céu e do Inferno, que parte numa jornada tanto psíquica quanto aventurosa, para resgatar seu passado, sua identidade, seu amor e seu patamar entre três mundos distintos e em conflito indelével.

Enquanto ascendia uma história, com o flagrado talento de Ceres Marcon, ascendia também todo um trabalho artístico, de Lutt Ferreira, dando face ao personagem, enquanto os editores entalhavam, página a página, o produto final, não mais um sonho ou ideia, mas um livro, pronto, tangível e repleto de profissionalismo e talento.

Em setembro, será lançado, pela editora Cafeína Literária, com prefácio de Márson Alquati, O Ascendente, que conta a história de Thomas, cuja alma foi forjada entre dois mundos opostos. E, por toda sua vida, sentiu arder em seu âmago estas partes conflitantes. Encontrava na prática do exorcismo tanto um propósito quanto um punhado de paz.

Os seus desígnios, no entanto, viriam, cedo ou tarde, imporem-se sobre seu destino. E logo céu e inferno estariam contra ele, tornando-o, além de pária, um fugitivo. Junto a ele, como única aliada, o amor de sua juventude em quem ele não pode confiar.

Estamos muito felizes e gratos pela confiança da autora. E terminamos este trabalho com a esperança de que seja o primeiro de muitas e muitas parcerias. Desejamos aos leitores que se apaixonem pela obra com tanto quanto nós nos apaixonamos ao construí-la.

O Ascendente