Browsing "Poesia"
3 de maio de 2010, 15:01 - Douglas
Poesia    1 comentário

Monomania

Pudéramos tocar o que se sente
Tomar em mãos a raiva, a paixão
E acabar com a aflição
E esfarelar-los entre as mãos
Apagando-se as equimoses
As lamúrias e o orgulho dos algozes…
Mas são abstratos os sentimentos
Inexistem em sentido físico e Descartiano
E ao mesmo tempo tão presentes
Só torturam ao tolo mundano
Ainda preocupado em senti-los
E numa súbita insistência de fazê-lo
Com a desculpa mentirosa de ser humano
Dá-se o mau hábito idiota
De, em apoteose
Morrer amando.

Send to Kindle