20 de maio de 2014, 19:43 - Cristine
Dicas, Escrita    sem comentários

Os 5 C’s para escrever um bom thriller – Careening

»» versão do artigo “The 5 C’s of Writing a Great Thriller Novel”, escrito por James Scott Bell, publicado em 06/05/2014 no Writer’s Digest ««

Terceira parte do post publicado em 15/05/2014. Leia também a 2a. parte.

Careening

3. Carenagem

(N.T.: ação de carenar, dar forma; não o objeto)

Não há nada melhor que um sobressalto ou virada assombrosa para manter os leitores virando, clicando ou deslizando páginas. Parte da diversão dos leitores é achar que a história está indo por um caminho e serem pegos totalmente de surpresa.

Harlan Coben é um dos soberanos na arte de surpreender. “Eu raramente encontrei uma virada que não tenha gostado”, diz ele. Seu método, se pode ser chamado assim, é posicionar-se “em vários cantos” e ver como as coisas acontecem.

É um caminho a seguir. Obrigar sua mente de escritor a lidar com enigmas é uma ótima prática.

Mas há outro jeito. Faça uma pausa antes de cada cena e se pergunte: “O que um leitor esperaria que acontecesse agora?”. Escreva uma lista com pelo menos três direções que a história pode seguir.

Então descarte essas três e faça algo diferente. Chamo isso de improvisação.

Outro método é o velho conselho de Raymond Chandler: “Quando as coisas desaceleram, traga um homem com uma arma.” Não precisa ser mesmo um homem com uma arma de verdade, claro. Pode ser qualquer coisa que invada a cena de repente e agite as coisas. Esta é a chave: Faça sua imaginação criar uma surpresa sem justificativa.

Escreva rapidamente uma lista com pelo menos 10 coisas que aparecem na sua mente. Por exemplo:

  1. Uma mulher corre aos gritos
  2. As luzes se apagam
  3. Um carro bate no muro
  4. Um ataque do coração
  5. A SWAT do lado de fora
  6. Uma banda de fanfarra do lado de fora
  7. O nome de um personagem aparece na tv
  8. Um bebê chora (que bebê?)
  9. Sangue escorrendo na parede
  10. Justin Bieber entra com uma arma

Alguns itens da lista parecerão tolos. Ok. Não faça julgamentos. Olhe de novo e encontre o item mais original, e só então encontre um motivo para ele. Neste caso, o item 8 é o que me deixa mais interessado. Não sei de onde vem nem o que seignifica. Mas eu posso lhe dar algum sentido.

E você também pode.

harlen coben - raymond chandler

Deixe seu comentário

Send to Kindle


Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

5484