Alfer Medeiros é o pseudônimo de Alexandre Jorge Ferreira Medeiros, português radicado em São Paulo desde a infância. Apreciador de expressões culturais como literatura, música, cinema e quadrinhos, através dos quais obteve a inspiração para criar sua primeira obra literária. Analista de sistemas por profissão, adotou a escrita por pura paixão pela fascinante expressão artística das letras.


Ceres Postali Marcon nasceu em 30 de setembro de 1965, em Antônio Prado – RS. Formada em Letras pela Universidade de Caxias do Sul, no ano de 1995. Participou de várias coletâneas, inclusive on-line, através diversas Editoras, destacando a Editora Corujito, com o conto “Vitor”; da Editora Andross, com “Lembranças de Sangue”, e da Editora Literata, com “A Queda”. Em 2016 lançou o romance O Ascendente pela editora Cafeína Literária.


Paulo Lisboa é designer desde 1998. Passou a atuar com quadrinhos no ano de 2008, nas publicações de The Walking Dead, Spawn, Invencível, X-O Manowar, Universo Valiant, Zoo, Os Carcereiros, Concreto, entre outros. Sua ligação com a poesia existe desde os tempos de escola e após a publicação de “Invejo tua sombra” e “Poema de vários lados lidos” na obra Revelações Brasileiras, de 1998 e não parou mais de escrever.


Doug Pereira é Porto Alegrense de nascença, Curitibano por amizade e Paulistano de coração. Nasceu em 1982. É escritor, compositor e desenhista, mas tem uma identidade secreta na área de Informática. Recebeu uma menção honrosa no 23º Concurso de Contos Paulo Leminski em 2012 e foi um dos vencedores do Concurso de Contos Sesc AM também em 2012. Participou da coletânea Mentes Inquietas e Amores Impossíveis, ambas pela editora Andross. É co-fundador do blog www.cafeinaliteraria.com.br. Em 2015 lançou a coletânea Diários de Bordo do Aqueronte.


Ciro Cangussu nasceu em Águas Formosas, Vale do Mucuri. É formado em Direito e servidor público, residindo atualmente na cidade de Ipatinga. Além de “Travessia”, que é sua obra de estreia, tem um conto publicado na revista Pulp Fiction. Neste primeiro lançamento, apresenta-nos poemas escritos numa linguagem simples, onde leitor é convidado a descobrir a beleza escondida nas pequenas coisas, além de refletir sobre temas como amizade, saudade, solidão e várias inquietações humanas. O livro é dividido em duas partes: Da Brevidade da Rosa e Um Saltimbanco na Estrada.


francis-graciottoFrancis Graciotto é viciado em literatura, especialmente histórias de terror com zumbis. Sempre gostou de escrever, mas decidiu levar isso a sério quando começou o livro Febre Vermelha, que criou a quatro mãos com seu amigo Rafael Sauce.
Além de escrever, Francis é gerente de logística e tem 347 hobbies. É coadministrador e colunista do site Universo Zumbi e publicou contos na Revista Conexão Literatura, no Wattpad e no site www.febrevermelha.com.
Atualmente mora na capital de São Paulo com sua esposa Érika, seu buldogue Homer e, em breve, sua filha Manuela.


harlon-lacerdaHarlon Homem de Lacerda Sousa tem 34 anos, é aluno do curso de doutorado em do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Ceará – PPGLetras-UFC, professor do quadro permanente da Universidade Estadual do Piauí – UESPI-Oeiras.
É poeta, contista, romancista e ensaísta com algumas publicações, entre elas os livros Poenomerados (poemas) e Olhares Bakhtinianos (ensaios); pai de Bárbara, uma menina espertíssima de dois anos de idade; e sertanejo sem chão – nascido em Santana do Cariri – CE, tendo vivido na estrada entre Paraíba, Ceará e Piauí e nas veredas do sertão rosiano.


Xavier de Barros é pernambucano, autor dos livros:

  • Caminhada de um poeta poetizada em certas vidas, publicado na Europa, em Portugal (pela Chiado Editora);
  • Memórias intrínsecas de um poeta, como nasce uma poesia (pela Editora Livros Sanches);
  • Meias palavras (pela Editora do Carmo).

Participante de várias antologias, entre elas: Além da terra além do céu (pela Chiado Editora); Dez poetas e eu (pela Editora do Carmo); e Cavaleiros da alma poética (pela Editora Livros Sanches).