Author Archives: Douglas

Fahrenheit 451

Fahrenheit 451

(antes do post em si, um parêntese: Este texto foi escrito em parceria com outro ser humano pelo qual tenho muita, muita estima: ...
Meus Malvados Favoritos

Meus Malvados Favoritos

“Nunca lhe aconteceu receber hóspedes para comer e você não ter tempo para fazer compras? Aí tem de se virar com o que há na ...
Palavras são só palavras

Palavras são só palavras

Não sou nenhum especialista em filologia ou mesmo em gramática e é provável que nem mesmo seja capaz de falar português de forma tão ...

O Que Eu Falo Não Se Escreve

Tamanho foi meu espanto ante aquele argumento simples e profundamente óbvio: Como eu poderia afirmar que não sabia português se eu falo ...

Monomania

Pudéramos tocar o que se senteTomar em mãos a raiva, a paixãoE acabar com a aflição E esfarelar-los entre as mãosApagando-se as ...
Moby Dick, A Baleia Chata

Moby Dick, A Baleia Chata

Finalmente! Terminei de ler Moby Dick. Já estava cansado de ver as pessoas olhando para o livro e se espantarem: “Nossa! Você ainda ...
3 2590 0

Não Durma no Ponto!

Quando criança e dormia muito e tranquilamente, ao ouvir falar de quem sofria de insônia, achava que talvez fosse isto mais útil e ...
Cem Anos de Solidão

Cem Anos de Solidão

Há meses que este livrinho me provocava da prateleira, rindo pra mim com seu arrogante subtítulo “Ganhador do Prêmio Nobel de ...